Revista Sucesso

Atualizado em 30/11/2016

Tratamentos

TAG: o que é?

Transtorno de Ansiedade Generalizada também pode ser tratado pela terapia EMDR

Da redação

O transtorno de ansiedade generalizada é, basicamente, uma preocupação ou ansiedade excessivas, por motivos injustificáveis e desproporcionais ao nível de ansiedade observado. Segundo os critérios do DSM-IV, “o transtorno de ansiedade generalizada, perturbação de ansiedade generalizada ou desordem de ansiedade generalizada caracteriza-se por um estado de ansiedade excessiva persistente que não depende do contexto e é desproporcional aos fatos que ocorrem na maior parte dos dias por um período de pelo menos seis meses”.

Preocupar-se e ficar ansioso não é apenas uma reação normal, mas necessária para a boa adaptação individual à sociedade e ao ambiente. As pessoas com TAG apresentam medo excessivo, preocupações e crises de pânico que muitas vezes são confundidas com o transtorno do pânico. Outros diagnósticos diferenciais incluem: agorafobia, outras fobias, hipocondria, somatizações e outros quadros de natureza emocional ou física. Essas apresentam-se inquietas e nervosas, com dificuldade para relaxar, ficam fatigadas facilmente, possuem dificuldade de concentração, irritabilidade e distúrbios do sono. Também apresentam queixas somáticas sem causa aparente e sinais de hiperatividade autonômica (palidez, sudorese, taquipneia, tensão muscular e vigilância aumentada, entre outros).

O início deste transtorno costuma ser insidioso, muitas vezes com dificuldade em precisar quando começou e vai se agravando até se tornar intolerável e crônico. Porque antes de procurar um profissional, em geral, todos os pacientes tentam algo para melhorar seu mal-estar, estas tentativas só fazem confundir o paciente pela coincidência que aconteceu entre uma melhora espontânea e temporária da ansiedade. Depois de algum tempo, quando a ansiedade volta, percebe-se que o autotratamento não funciona mais, o paciente fica confuso, pois a tentativa inicialmente havia funcionado e depois perdeu a eficácia. Geralmente após alguns meses as pessoas se cansam e procuram um especialista. Pelo fato dos sintomas do TAG serem diversos, muitas vezes não procuram o psiquiatra como primeira escolha, vão ao cardiologista, pneumologista pela falta de ar.

Uma estratégia de tratamento que tem se mostrado muito eficaz é o EMDR. A estimulação cortical alternada, como explicado na edição anterior, ativa o hipocampo e a amígdala. Com isso a emoção relacionada à lembrança é gradualmente eliminada e a ativação do eixo hipotálamo (hipófise) adrenal é progressivamente diminuída até ser eliminada e, consequentemente, os sintomas físicos mediados pelos hormônios adrenais (adrenalina e cortisol) são controlados.

Valéria S. Ferreira, psicóloga clínica na Psicam, certificada pelo EMDR Institute, EMDRIA e EMDR Ibero-América - CRP 08/18422
Psicam – Clínica de Psicologia Integrada com Abordagem Múltipla
Avenida Higienópolis, 70, sala 73, Londrina - PR
(43) 3028-0805.

tag, transtorno de ansiedade generalizada, psicologia, emdr, tratamentos, ansiedade
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. Cursos de estética com prática e certificação
  2. Tratamento mega redutor de gordura localizada e...
  3. Mamografia no Brasil: o pior cenário dos...
  4. Entenda como o ômega 3 pode ajudar quem tem...
  5. Varizes são um problema de saúde: conheça os...