Revista Sucesso

Atualizado em 30/11/2016

Editorial

Segundo pesquisa, 51% dos homens nunca foram a um urologista

Editorial Bem-Estar e Saúde ed. 160

Da redação

Em 2003, foi instituída a campanha Novembro Azul, que celebra no dia 17 de novembro a data Mundial de Combate ao Câncer de Próstata. A Sociedade Brasileira de Urologia e a Sociedade Americana de Urologia recomendam a realização dos exames de rotina anualmente: o PSA (Antígeno Prostático Específico avaliado no exame de sangue) e o toque retal. Isto para tentar quebrar o tabu e conscientizar sobre a incidência do câncer de próstata e de outras doenças que atingem o homem.

Segundo pesquisa realizada no ano passado pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), que incluía Curitiba, 51% dos homens nunca foram a um urologista. Entre os motivos apresentados estão: falta de tempo (33%) e medo (15%). De acordo com o Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), somente neste ano haverá mais de 61 mil novos casos de câncer de próstata, o mais comum entre os homens depois do câncer de pele (não melanoma). Só na região sul, existem cerca de 100 mil portadores da doença.

 É mais do que certo e sabido que a identificação precoce tanto do câncer de próstata como de outros ainda é a melhor forma de evitar a morte por essa doença. Um estudo realizado em 2014 pelo Hospital AC Camargo, de São Paulo, revelou que quando o tumor na próstata é diagnosticado no estágio inicial, a sobrevida chega a 98%. A recomendação é que os homens iniciem os exames de rotina de próstata (PSA e toque retal) aos 50 anos ou antecipem quando houver casos de câncer de próstata na família.

Diferentemente das mulheres adolescentes que, ao iniciar o período da menstruação, vão ao ginecologista e iniciam um vínculo com esse profissional, que pode durar por toda a vida, os homens jovens não procuram os urologistas como rotina. Mas, necessariamente, isto vale para todos em todas as idades da vida. Ir ao médico regularmente, fazer exames de rotina, ter certeza de que tudo está em ordem com sua saúde deve ser um hábito para sua preservação e felicidade.

 Grande abraço! Até a próxima edição!

novembro azul, prevenção, urologista, saúde, homem, saúde do homem
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. Multidisciplinaridade, o olhar holístico que...
  2. Crescimento e problemas
  3. Profissão de estética está em alta
  4. Ler é mais do que importante, é imprescindível
  5. Moramos na cidade