Revista Sucesso

Atualizado em 24/07/2018

Arquitetura & decoração

Quartos infantis criados para incentivar criatividade e conforto

Priorize os desejos dos pequenos moradores, projetando quartos lúdicos que crescem junto das crianças

Da redação

Há um espaço da casa onde praticamente não existem limites. A imaginação, a criatividade e a arquitetura pensada com carinho costumam reger os projetos de quartos infantis da arquiteta Karina Korn, do escritório Karina Korn Arquitetura. Cada ambiente – desde aqueles destinados aos que já estão na adolescência, até os planejados para os pequeninos – é pensado de acordo com o gosto dos jovens moradores. A proposta da profissional é criar espaços perfeitos para protagonizar as brincadeiras mais divertidas, o momento dos estudos e os sonhos agradáveis. “O conceito perfeito do quarto é quando o décor cresce junto com os pequenos, acompanhando-os até a adolescência”, afirma Karina Korn.

Acompanhe as dicas da arquiteta:

Conforto e aprendizado: essas duas são as palavras-chave desse quarto. Ele pertence ao filho mais novo, considerado mascote da família, cujo pedido principal foi o tom esverdeado da parede e dos móveis. Os baús coloridos, com formas de acrílico, unem decoração e função, assim como um quadro que abriga sua coleção de carrinhos. De base neutra, o quarto crescerá junto do pequeno.

 

A cama, baixinha, estimula a independência da criança. Todo o quarto é pensado dessa forma. A grande bancada faz às vezes de mesinha para atividades e desenho, enquanto um espaço com nichos deixa à mão os brinquedos que são os favoritos do momento. Conforme as prateleiras ficam mais altas, outros brinquedos as ocupam, cumprindo também o papel de decoração.

 

Cores doces imperam no quarto de duas irmãs. Parceiras, suas camas ficam lado a lado, separadas por um trecho da marcenaria e diferenciadas pela roupa de cama: uma lilás e outra rosa, combinando com as listras do papel de parede que deixa o ambiente ainda mais divertido.

Os móveis são o sonho de qualquer menina. Além de uma bancada de estudos em frente à janela, permitindo que as garotas acompanhem as tarefas com a vista do bairro, há um grande armário e uma penteadeira estilosa permitindo que elas se sintam verdadeiras estrelas de cinema.

 Nesse quarto, a estrutura da cama faz toda a diferença: em estilo de beliche, o andar superior é coberto por futons que recebem o menino quando este quer brincar, assistir à TV, que fica na parede contrária, e escrever na lousa. Prateleiras e gavetões foram pensados para otimizar o espaço com os brinquedos favoritos – como os bonecos de BuzzLightyear e Woody, de Toy Story – em exibição privilegiada!

Uma solução para quando os pequenos dividem os quartos é colocar as camas perpendiculares entre si, aproveitando o espaço. Em uma delas, no lugar do tradicional gavetão, três divisões menores e com rodízios abrigam roupa de cama e brinquedos, sinalizadas por formas geométricas em uma das superfícies.

Um verdadeiro reino dedicado ao brincar! Uma escada – que também serve de cômoda – leva a um elegante mezanino com futons onde os pequenos que dividem o quarto podem brincar. O recorte curvo e o guarda-corpo de acrílico deixam o móvel sofisticado, de maneira que, mesmo na pré-adolescência, os moradores continuarão adorando a estrutura e suas possibilidades.

Fonte: Divulgação

Quartos infantis, arquitetura, decoração, editora sucesso, sucesso londrina, revista sucesso, revista bem-estar
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. Decoração para durar para sempre
  2. Cimento queimado, concreto e tijolinhos: onde...
  3. Seis motivos para escolher um revestimento...
  4. Como montar um terrário de suculentas
  5. 7 dicas para decorar sua casa!