Revista Sucesso

Atualizado em 11/05/2018

Saúde

Posturologia

A posturologia vem para identificar e corrigir as alterações posturais através de técnicas manuais, exercícios e o uso de palmilhas proprioceptivas.

Da redação


Há evidências de que o nosso corpo é uma unidade e que todas as estruturas se inter-relacionam e, assim, um estímulo pode gerar diversas respostas. Sendo o homem adulto o único totalmente bípede dentre os mamíferos, característica esta que, pelo meio em que vivemos, sofre estímulos constantes e busca incessantemente o equilíbrio. E, como resposta, o sistema tônico postural cria estratégias para nos mantermos em equilíbrio, seja ele estático ou dinâmico.

Segundo Bernard Bricot, o corpo humano busca se equilibrar dentro dos seus desequilíbrios. A palavra postura deriva do latim positura que tem o significado original de posição, atitude ou hábitos posturais.

A posturologia é uma filosofia que utiliza o diagnóstico e o tratamento para integrar, em nível cerebral, as informações vindas dos pés, dos olhos, sistema dento-oclusal, sistema vestibular, pele e das vísceras. Esses órgãos exercem a função de “captores posturais”, que, através das vias de comunicação, Sistema Nervoso Periférico (SNP), integrem os captores posturais ao Sistema Nervoso Central (SNC), processando essas informações. Assim, alterando a intensidade do tônus muscular, como objetivo de estabilizar o corpo nas condições externas e internas, e permitindo movimentos coordenados e estáveis, mantém-se determinada postura.

A posturologia vem para identificar e corrigir as alterações posturais através de técnicas manuais, exercícios e o uso de palmilhas proprioceptivas.  As palmilhas proprioceptivas promovem estímulos de correção através dos pés por todo o corpo. E são indicadas para qualquer faixa etária e para praticantes de atividades esportivas, bem como, para pessoas que apresentem algum tipo de disfunção como: hérnia de disco, artrose, escoliose, hipercifose ou hiperlordose, alterações do pé, tornozelo, joelho e quadril, além das alterações nas pisadas (pisada pronada, pé chato, supinada, pé cavo).

Portanto vale ressaltar que as disfunções podem afetar todos os tecidos do corpo: músculos, nervos, articulações, ligamentos, tendões fáscias, vísceras, entre outros. Então a regulação corporal envolve a correção das disfunções corporais nas posturas viciosas estáticas e a Posturologia vem como elemento facilitador no processo de autocura do corpo.



Hellington Bonifácio Vinhotte, 

fisioterapeuta - CREFITO 72054-F
Especialização em Reeducação Postural Global (RPG – Instituto Philippe Souchard, França). Formação em Osteopatia pelo Instituto Docusse de Osteopatia e Terapia Manual –IDOT
Formação em Podoposturologia. Formação Internacional em Manipulação Visceral – Barral Institute.  Formação Internacional em Posturologia Neuro-Sensorial (PNS) – Philippe Villeneuve- França.
Docente do Instituto Docusse de Osteopatia e Terapia Manual (IDOT)


Posturologia, osteopatia, fisioterapia,
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. Zumbido em adolescentes pode ser sintoma de perda...
  2. Dia Mundial da Diabetes: Aumento dos casos entre...
  3. Câncer não é único inimigo da próstata:...
  4. Uso indiscriminado de colírios pode desencadear...
  5. Câncer de próstata é o mais incidente entre os...