Revista Sucesso

Atualizado em 30/11/2016

Empresas e negócios

Planejamento previdenciário: o caminho para uma aposentadoria justa e sem surpresas

Advogada Marly Fagundes escreve à edição 160 da Revista Sucesso

Da redação

É de conhecimento de todos que o planejamento é essencial para o sucesso de qualquer atividade ou negócio que se pretenda empreender visando que nela obtenha êxito. Ora, quem nunca realizou um planejamento antes de adquirir um imóvel ou para financiar os estudos de seus filhos em uma boa instituição de ensino no Brasil ou em outro país? De igual forma mostra-se necessário o planejamento da aposentadoria almejada garantindo uma renda digna e que possa suprir as suas necessidades e a de sua família.

Assim, o planejamento previdenciário (PP) apresenta-se como uma solução para que se tenha segurança e se evite surpresas na hora de se requerer o benefício, principalmente em um momento de reiteradas modificações na legislação previdenciária. O PP consiste em uma análise das contribuições recolhidas para se verificar a existência de pagamento em valores superiores ao devido e o reflexo do aumento ou diminuição no valor de contribuição mensal para a concessão do benefício futuro; bem como um acompanhamento ao longo do tempo.

Em inúmeros casos, pessoas que trabalham em múltiplas atividades, como profissionais da área da saúde, trabalhadores autônomos e professores, por ausência de planejamento previdenciário realizam o recolhimento de contribuições em valores superiores ao efetivamente devido, e que não serão considerados no cálculo do benefício, acarretando em grande prejuízo financeiro imediato, bem como na falsa expectativa de concessão de um benefício em valor muito superior ao efetivamente devido.

Também é de grande importância a empresários que muitas vezes apenas fazem a contribuição obrigatória e se esquecem de pensar no reflexo futuro que é a própria aposentadoria. Isso é decorrente da forma de cálculo para concessão dos benefícios previdenciários mantidos pelo Instituto Nacional do Seguro Social, que leva em consideração um extenso histórico contributivo do segurado, bem como a análise da documentação apresentada, que muitas vezes não é a adequada para o reconhecimento do exercício de uma atividade sujeita a agentes insalubres ou periculosos.

Portanto, é de grande importância efetuar um planejamento visando o recolhimento de contribuições adequadas ao valor de benefício que se pretende, garantindo uma renda mensal adequada à sua necessidade em um momento tão importante de sua vida, assim como a manutenção da documentação necessária.

Marly Fagundes & Advogados Associados
Rua Piauí, 211, Edifício Mônaco, 11º andar, salas 111/127
(43) 3325-1291 – Londrina PR
Site: www.fagundesadv.com.br

previdência, planejamento, direitos, aposentadoria, cálculo
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. Editora Sucesso cria e implanta sites...
  2. Por um Federalismo Igualitário
  3. O Líder Antifrágil
  4. Ambientes de trabalhos felizes aumentam em 12% a...
  5. A copa e o desenvolvimento humano