Revista Sucesso

Atualizado em 27/10/2016

Qualidade de vida

Para eternizar a emoção do primeiro ano

Fotógrafa especializada em newborn, Kely Sciena fala do sentimento por trás das fotografias de crianças

Da redação

“O poeta da imagem busca eternizar a emoção do amor, uma mãe a vive.” Com base nesta premissa, a fotógrafa Kely Sciena realiza um trabalho que demanda profunda sensibilidade. O resultado são belas imagens que eternizam memórias de amor. Além de mãe e apaixonada por crianças, Kely é especializada internacionalmente em fotografia de recém-nascidos e dos primeiros meses de vida, num trabalho que realiza há mais de oito anos. A profissional é ainda membro da Associação Brasileira de Fotógrafos de Recém-nascidos (ABRFN). Tendo acompanhado já mais de 2 mil histórias de vidas geradas, ela garante: “São todas muito diferentes. Não se repetem”.

Por isso, ela acredita ser fundamental esse registro. “Somente as imagens poderão contar a história do seu bebê, desde os primeiros dias de vida, acompanhando as vertiginosas transformações que ele viverá num período tão curto. Você nem verá passar e, algum tempo depois, terá esquecido todo o trabalho que deu, restando somente saudade e felicidade. Chegar ao primeiro aniversário é a grande vitória dos pais”, afirma.

A arte de fotografar recém-nascidos, conhecido como newborn, é a mais delicada e, segundo Kely, exige do fotógrafo formação específica e larga experiência. “Contrate quem tem o estilo em sintonia com suas emoções e que faça parte da ABFRN. Isso garantirá que o profissional atenda às exigências técnicas, de formação e que tenha experiência com bebês”.

Depois do ensaio de newborn, Kely faz também o acompanhamento do desenvolvimento do bebê, em sessões fotográficas trimestrais, até o aniversário de um ano. A ideia é registrar o crescimento da criança e as novas emoções que virão: “Os primeiros passos, as primeiras palavras, as brincadeiras etc. Após algum tempo, o que restará do primeiro ano serão suas emoções, as fotografias e alguma roupinha que você guardou”.

Este primeiro ano de uma vida, Kely descreve como uma “uma montanha-russa de emoções gratificantes e contraditórias, que vai do entendimento do que é o amor verdadeiro à saudade de uma época em que dormir era possível”. Ela lembra também tratar-se de um período de muitas dúvidas e visitas ao pediatra por quaisquer motivos, que quase sempre terminam com a frase: “Isso é normal nessa fase, vá para casa e caso tenha qualquer problema volte”; e também de muitas e indescritíveis alegrias que só vive quem acompanha o rápido desenvolvimento do bebê. Para a fotógrafa, é difícil expressar em palavras o primeiro ano de vida de um filho, pois tudo o que se disser será pouco. “Acredito que a grande síntese dessa história ocorra quando vejo uma mãe olhar a fotografia de seu bebê e exclamar ‘ah...’. Esse ‘ah...’ explica tudo, refaz tudo, é mágico e apaga da mente o excesso de trabalho e as noites maldormidas.  Por isso, fotografo a história do primeiro ano de vida, para contar aos pais, anos ou décadas depois, como foi lindo e mágico esse tempo”, conclui. Quem quiser conhecer melhor o trabalho de Kely, pode acompanhar pelo Facebook (Kely Sciena Fotografia) e Instagram (@kelysciena).

Kely Sciena
www.kelysciena.com.br
(43) 3351-2336 (43) 9609-0956

fotografia, newborn, registro, recém-nascidos
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. A perigosa relação entre depressão e as...
  2. Cuidados com seu pet no verão!
  3. Os benefícios da fisioterapia para pacientes...
  4. Cuidados dermatológicos para pacientes com...
  5. Novembro Azul: 8 mitos e verdades sobre o câncer...