Revista Sucesso

Atualizado em 05/08/2016

Estilo de vida

O momento decisivo, pelas lentes de Rafael Bastos

De volta a Londrina após temporada em Londres, o fotógrafo já engrena diversos projetos de fotografia na cidade

Da redação

Fotos da coleção Street Photography (Londres)

"Gosto de fotografar gente, situações inusitadas, cenas de rua. Dizem que a fotografia é sempre um autorretrato, então talvez eu me projete nas pessoas”. A afirmação é do fotógrafo Rafael Bastos, cujas lentes já percorreram meio mundo e registraram cenas das mais variadas. Depois de passar quase 10 anos na Europa, a maior parte deles vivendo em Londres, o fotógrafo retorna para sua terra natal e já engrena projetos que prometem impulsionar o meio fotográfico londrinense.

O primeiro contato de Rafael com a fotografia, ele revela, aconteceu cedo. “Na década de 1980, meu pai, que é artefinalista, montou uma agência de publicidade em sociedade com o Caximbo. Meu primeiro contato com a câmera foi testando luz para eles”, conta, referindo-se ao fotógrafo Airton Procópio dos Santos, o Caximbo, um dos nomes mais importantes do fotojornalismo local, falecido em 2013. “Cresci num ambiente que me direcionou para isso”, acrescenta. Mais tarde, na faculdade de jornalismo, foi que Rafael viu amadurecer a ideia de seguir carreira na área, graças, em parte, ao incentivo dos professores. “Comecei a estudar por fora, fazendo cursos, workshops, freelas de fotografia, trabalhos de publicidade e com filme também”.

Em 2006, Rafael viajou para a Europa, instalando-se inicialmente na Irlanda. A ideia era ficar seis meses, mas esse tempo se estendeu. Foi no continente europeu, principalmente em Londres, que ele deu um “up” na fotografia e desenvolveu seu estilo de trabalho. “Trabalhei com fotógrafos de lá, fotografava produtos para uma loja, fazia muitos freelas, retratos”. Foi lá também que Rafael tirou sua credencial como fotojornalista, pela Associação de Fotojornalistas do Reino Unido (British Press Photographer’s Association - BPPA). “O fotojornalismo me deu uma base boa, nessa pegada de fotografar o ‘momento’. É preciso ser discreto e paciente, deixar as coisas acontecerem sem ser percebido. Em Londres, gostava muito de andar quilômetros e quilômetros com a câmera. É quando você se depara com uma cena e tem a percepção de que ali pode acontecer algo, então às vezes tem de esperar muito tempo”, comenta.

De volta há quase um ano, Rafael confessa que anda com um pezinho lá e outro cá. “Continuo fazendo trabalhos pra clientes de Londres, passo períodos aqui e lá”. Contudo, agora que as coisas estão engrenando por aqui, ele revela que tem sobrado cada vez menos tempo para viajar. E não é para menos: em um ano, o fotógrafo já engrenou três projetos de fotografia em Londrina, que ele nos apresenta a seguir.

Rafael Bastos Fotografia
Através da marca que leva seu nome, Rafael Bastos divulga seu trabalho como fotógrafo autônomo, desenvolvendo projetos nas áreas de publicidade, institucional, corporativo-empresarial, editorial, retratos e fotografias comerciais. Seu portfólio está disponível em sua página na internet (www.rafaelbastosphotography.com).


Registro: clicada em Londres, foto de Rafael Bastos foi finalista no concurso internacional Renaissance Photography Prize

Shotcom
A Shotcom é uma empresa londrinense especializada em fotografia de produtos. Fundada há um ano por Rafael e o sócio Caico Sardi, a empresa está locada no antigo estúdio do fotógrafo Caximbo e oferece serviços de logística, fotografia still (publicidade), tratamento de imagem e gestão tecnológica, fundamentada no sistema e-commerce de vendas. “Trabalhamos com colaboradores na captação e
pós-produção”, explica.

Hangg
Recém chegada em Londrina, a Hangg traz uma nova proposta para o mercado de fotografia Fine Art, reunindo um grande acervo de fotografias autorais captadas por diferentes profissionais. “A ideia é comercializar esses trabalhos como uma galeria, com temas e estilos voltados para projetos arquitetônicos, restaurantes, hotéis, residências, construtoras, colecionadores e apreciadores de artes visuais em geral”, conta Rafael, que desenvolve esse projeto em parceria com Patrícia Hemmerly, da agência Egg Comunicação. “Podemos dizer que esse é um trabalho pioneiro e não queremos ficar restritos a Londrina. Estamos buscando outros fotógrafos com trabalhos autorais para compor a equipe”, revela.


Crédito: Ber Sardi

Rafael Bastos, fotógrafo
Info@rafaelbastosphotography.com
(43) 9823-5030

 

Rafael Bastos, fotografia, fotógrafo, Sucesso
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. “A fotografia é como um pedaço de mim que...
  2. Consciência corporal, respiração e postura de...
  3. A Amazônia: Pulmão do Mundo ou Diferencial do...
  4. O Mundo Político no Cinema
  5. Qual o futuro das livrarias no Brasil?