Revista Sucesso

Atualizado em 30/01/2018

Estilo de vida

Londrina em fotografia

A Mara­tona Foto­grá­fica “Clic o Seu Amor por Lon­drina” é, antes de tudo, uma decla­ra­ção de amor a Londrina. É uma forma de as pes­soas eter­ni­za­rem, por meio de ima­gens, a sua visão e o seu amor pela nossa cidade.

Da redação

Desde 2001, a Maratona é realizada a cada dois anos, sem­pre nos anos ímpa­res. De cada mara­tona, 100 (cem) foto­gra­fias são sele­ci­o­na­das para com­por um banco de ima­gens que narra, ima­ge­ti­ca­mente, as trans­for­ma­ções con­tem­po­râ­neas de Lon­drina. Cerca de 200 com­pe­ti­do­res par­ti­ci­pam a cada edi­ção. Não par­ti­ci­pam somente para com­pe­tir, mas para fazer ami­gos, des­co­brir novos luga­res e, através da ima­gem, eter­ni­zar seu ponto de vista sobre Lon­drina. Confira a seguir os vencedores da VIII edição do concurso fotográfico!

Georges Garcia

Uma fotografia que registra a intensidade e a velocidade das transformações urbanas de Londrina foi a vencedora da VIII Maratona Fotográfica Clic o Seu Amor por Londrina.

“Na foto podemos observar que existe uma parede antiga semidemolida formando ‘janelas’ que mostram uma área de desenvolvimento urbano mais recente de nossa cidade. Acho que é uma foto simples, mas de significado profundo, compatível com o proposto no concurso”, explica o fotógrafo Georges Garcia.

Nascido em Londrina - com muito orgulho - Georges é graduado em Odontologia pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), e se revela como fotógrafo amador, que redescobriu o prazer de fotografar ao registrar Londrina. “A cidade de Londrina foi minha inspiração inicial e ainda continua. Através da fotografia, descobri belezas ocultas e comecei a ver com outros olhos nossa cidade”, complementa.

Surpreso com o resultado, o dentista e fotógrafo conta que a Maratona foi um incentivo para continuar desenvolvendo a arte da fotografia e se mostra otimista. “Ainda que a cidade tenha muitos problemas, há muita beleza neste lugar. E a fotografia me fez descobrir que o belo está por toda a parte. Basta ter o olhar diferenciado para encontrar esse encantamento”, finaliza Georges.

 

Edson José Holtz Leme

Em segundo lugar ficou classificada a fotografia que registra a torcida do Londrina Esporte Clube no Estádio do Café. A fotografia tomada por Edson José Holtz Leme registra a torcida do Londrina no jogo contra o Internacional, na estreia do Tubarão no Campeonato Brasileiro da Série B em 2017.

Historiador e servidor público da UEL, Edson conta à Revista Sucesso que ainda não se considera um fotógrafo profissional. “Entrei no Fotoclube de Londrina há dois anos e desde então tenho estudado a fotografia, mas ainda me considero apenas um aprendiz.”

Edson descobriu em Londrina uma cidade para viver, trabalhar, constituir sua família e se apaixonar ainda mais pelo futebol. “Sou paulista e torcedor do São Paulo, mas aqui em Londrina sou Tubarão. Digo a todos que nada se compara à emoção de ir ao Estádio, seja nas derrotas ou na vitórias”, conta.

Em relação à imagem premiada, o fotógrafo e sócio torcedor do LEC comenta como ela foi feita. “Esse torcedor me chamou atenção de longe, pelo seu contraste na torcida azul e branco, então fiz a foto com o celular mesmo. Não esperava vencer, mas fico muito feliz em homenagear a torcida desta forma.”

A convite do Londrina Esporte Clube, Edson conta que a fotografia fará parte da exposição no “Memorial do Londrina”, no Estádio Vitorino Gonçalves Dias, aberto ao público a partir de 20 de Janeiro.

 Roberto Ferreira dos Santos

Os ares de metrópole deram à fotografia de Roberto Ferreira dos Santos o terceiro lugar no concurso fotográfico. Trata-se de uma imagem noturna, tomada na Gleba Palhano, que destaca o Shopping Aurora em meio aos imponentes prédios da região.

A imagem caracteriza Londrina, que é a 6ª cidade brasileira em número de edifícios acima de 12 pavimentos e a 12ª cidade no mundo em número de prédios e habitantes, de acordo com a Pesquisa de Avaliação do Potencial do Mercado Construtor.

O eletricista, autor da imagem, conta que fez a fotografia despretensiosamente, anteriormente ao concurso. “Eu havia encerrado um trabalho, quando toda a ferramenta já estava guardada resolvi utilizar o equipamento com a lente que eu havia acabado de comprar, minha primeira grande angular.”

Modesto, Roberto deixa claro sua paixão pela fotografia e por Londrina, mas conta que se trata apenas de um hobby. “Nossa cidade é jovem, bela e muito charmosa e existem muitos pontos interessantes para serem explorados. Acho que não existe forma melhor de mostrar a nossa cidade senão pela fotografia. Eu fotografo quando posso, sempre com o olhar atento e muita dedicação”, conclui o terceiro colocado da Maratona.

Imagem e Informação

A ideia de rea­li­zar as mara­to­nas foto­grá­fi­cas par­tiu do Curso de Espe­ci­a­li­za­ção em Foto­gra­fia: Prá­xis e Dis­curso Foto­grá­fico, sob coordenação do professor Paulo César Boni, da UEL. O objetivo das maratonas é docu­men­tar, com mul­ti­pli­ci­dade de visões, as trans­for­ma­ções de Lon­drina durante 20 anos, de 2001 a 2020.

Segundo Paulo César Boni, criador e organizador do evento, as maratonas visam documentar as transformações para que elas se tornem visíveis e cronológicas.

Nascida em Londrina, a Editora Sucesso está presente no mercado desde 1988, dando ênfase para a cidade e os profissionais que empreendem em Londrina. Por essa razão, também criamos a campanha “Meu negócio é Londrina” nas redes sociais, onde empresários contam como seus negócios surgiram e prosperaram, movimentando a economia.

Para ter acesso a mais informações e fotografias da cidade, acesse aqui a nossa galeria de fotos.

Fonte: Editora Sucesso

Londrina, Fotografia, Clic seu amor por Londrina, Editora Sucesso, Revista Sucesso, Revista Bem-estar, Edson Holtz Leme, Georges Garcia, Roberto Ferreira dos Santos, Paulo Boni, UEL, Universidade Estadual de Londrina
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. Vozes da Cidade apresenta David Mour em Londrina
  2. A vida severa que mata os Severinos
  3. Ginastas de Londrina são campeãs sul-americanas...
  4. “O Grito Negro Londrinense”, do artista...
  5. Sesi Cultura leva “Contos do Mar” a 13...