Revista Sucesso

Atualizado em 31/01/2018

Estilo de vida

Leitura e novas tecnologias

As novas tecnologias estão transformando o hábito de leitura

Da redação

Muitas vezes, relacionamos quase que automaticamente leitura com livros desses de papel, enfileirados em prateleiras, que encontramos em bibliotecas e livrarias. Mas a verdade é que no momento atual, as novas tecnologias têm invadido o nosso cotidiano. Celulares e tablets com acesso constante à internet já fazem parte do nosso dia a dia e são, em alguns momentos, indispensáveis.

Com isso, várias operações comuns começaram a ser realizadas de maneira diferente. Se antes uma transferência bancária ou a compra de uma passagem só poderia ser feita se saindo de casa e indo até a agência bancária ou à loja, hoje a facilidade de poder acessar com o celular sites e aplicativos que permitem que as transações sejam feitas de maneira rápida e eficaz sem a necessidade de que você se locomova é algo acessível a todos. Nada mais lógico, portanto, que tais facilidades se estendessem também para o campo da leitura.

A chegada dos e-books, ou seja, livros eletrônicos, foi vista num primeiro momento com desconfiança. Afinal, os amantes de livro já rejeitavam a ideia de perder o contato com o livro físico, a textura das páginas e o cheiro inconfundível do papel. Porém, aos poucos, a facilidade de se ter à disposição milhares de livros sem o incômodo de carregar quilos e quilos de papel foi mostrando seu charme. Com o advento dos e-readers, aparelhos portáteis que têm como finalidade o armazenamento e leitura de e-books, essas vantagens passaram a ser ainda mais atraentes.

Outra forma de leitura que surgiu com os avanços tecnológicos foi a possibilidade de se publicar, na internet, textos e disponibilizá-los em plataformas específicas. Formaram-se novos escritores, que puderam divulgar seus trabalhos, e formaram-se também novos leitores, agora com acesso a textos que antes não seriam encontrados. Essas plataformas online têm sido inclusive um fator importante na descoberta, pelas editoras brasileiras, de novos talentos.

Mas será que o mercado de livros físicos, aqueles de papel, vai acabar? Será que o futuro caminha para uma modernização da forma de ler ao ponto de livros não mais serem impressos? Até o presente momento, tudo indica que não. Apenas se criaram novas formas de leitura, e não substituições.

E, seja no formato digital, seja no impresso, uma boa leitura sempre será aquela que expande os horizontes do leitor, informando-o e levando-o a experimentar o desconhecido. Esse sentimento não acabará jamais.

leitura, tecnologia, ireader, ebook, livro, papel, Leitura, Ler, Pequenos Retalhos, Mariana Maiz Pirolo, Editora Sucesso, Revista Sucesso,
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. “A fotografia é como um pedaço de mim que...
  2. Consciência corporal, respiração e postura de...
  3. A Amazônia: Pulmão do Mundo ou Diferencial do...
  4. O Mundo Político no Cinema
  5. Qual o futuro das livrarias no Brasil?