Revista Sucesso

Atualizado em

Estilo de vida

Entre a arte e a tecnologia

Wilson Vieira fala do sucesso de sua escola de fotografia, de projetos autorais e da viagem, como voluntário, à África

Da redação

A fotografia vem sofrendo constantes transformações desde sua invenção, mas nenhuma tem causado tanto impacto como a transição do analógico para o digital. Da noite para o dia mais e mais pessoas passaram a fotografar, novos profissionais ingressaram no mercado e os smartphones são verdadeiras máquinas fotográficas, disponíveis 24 horas por dia. Contudo, a fotografia vem perdendo seu brilho. A facilidade de se fotografar qualquer coisa e de qualquer jeito vem afastando, separando  arte e  imagem.

E, diante desse cenário, surge, em 2016, a Escola de Fotografia Wilson Vieira que vem se consolidando na contramão de outros empreendimentos. “Temos obtido excelentes resultados na formação básica do profissional fotógrafo, bem como incentivamos os apaixonados por fotografia a desenvolver esse hobby, aprendendo a manusear corretamente a câmera e aprimorando as técnicas de composição”, conta o diretor.

Somente em 2016, passaram pela Escola mais de 200 alunos entre 15 e 70 anos, sendo 60 % mulheres, de acordo com Wilson Vieira. Com o avanço da tecnologia digital, cada vez mais as pessoas buscam aprender a fotografar, todos nós carregamos no celular uma câmera, mas poucos sabem usar ou, ainda, alguns têm câmeras de boa qualidade, mas não conseguem manuseá-las corretamente. “Quero dividir minha experiência de mais de 20 anos na fotografia social e corporativa, procuro ensinar não apenas a técnica fotográfica, mas como desenvolver o olhar para a fotografia. Quero que meus alunos alcancem a excelência que eu tenho alcançado nas minhas fotos”, diz, entusiasmado.
Para aqueles que estão iniciando, o diretor conta que sempre alerta sobre os prós e contras da profissão,  bem como sobre as perspectivas do mercado. “A fotografia para mim continua sendo arte e é com este espirito artístico que ensinamos nosso aluno.”

A Escola de Fotografia Wilson Vieira conta com sede própria no Bairro Shangri-lá, tendo um amplo estúdio de aprendizado, salas de aula confortáveis, professores experientes e horários flexíveis tanto para cursos noturnos como diurnos. Oferece ainda cursos VIP e In Company em empresas ou condomínios. Além dos cursos regulares, são ofertados ainda os cursos de pilotagem de drone, fotografia de produtos para e-comerce, redes sociais para fotógrafos e  Empreendedorismo para fotógrafos.

Projeto autoral na África

Wilson Vieira tem desenvolvido diversos projetos autorais, o mais recente foi numa viagem à África. A convite da Primeira Igreja Presbiteriana Independente de Londrina, o fotógrafo esteve junto com um grupo em Moçambique para produzir vídeo e fotos de um trabalho social missionário, voltado a ajudar o Projeto Casa das Formigas que, em Maputo, capital de Moçambique, beneficia mais de 300 crianças com alimentação, material escolar, uniforme  e atividades socioeducativas.

Essa é a terceira viagem missionária de Wilson Vieira para fora do Brasil, e, segundo o fotógrafo, ter visitado o continente africano foi uma experiência extraordinária. “Moçambique é um país carente de tudo. Em Maputo, é nítido o efeito devastador da guerra civil que assolou o país por muitos anos e, como consequências, o alto nível de desemprego e pobreza extrema prejudica algumas regiões”. O fotógrafo conta, emocionado, que não foram poucas as vezes que deixou a câmera de lado para refletir e chorar um pouco. “Ter estado no Projeto Casa das Formigas  é ter sido tocado na minha alma e espírito. Foi entender que não basta levar o evangelho, é necessário levar o pão.”


WILSON VIEIRA
Escola de Fotografia
R. Euclides da Cunha, 382 
Contato: (43) 3321-4366
 Londrina - PR

Wilson Vieira, Fotografia Londrina, Escola de Fotografia, Africa, Projeto autoral na África, Editora Sucesso, Revista Sucesso
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. 37º Curso de Marcenaria para Mulheres
  2. 17ª Edição da Feira Madá em Londrina
  3. Instalação sonora interativa é exposta no Sesi...
  4. Evento gratuito em Londrina vai tratar de...
  5. Além do nosso campo de visão