Revista Sucesso

Atualizado em 29/01/2018

Qualidade de vida

É preciso viver melhor para viver mais

Revista Bem-Estar conversou com o médico Adriano Brandão sobre a importância de check-ups. Veja o que ele orienta

Da redação

Graças aos avanços da medicina, as pessoas estão vivendo cada vez mais. O desafio agora é melhorar também a qualidade de vida. Ou seja, não basta apenas viver mais: é preciso viver melhor! Em qualquer investimento, importa alocar recursos hoje para desfrutar dos benefícios no futuro. Com a saúde, ocorre o mesmo: deve-se investir nela agora a fim de se desfrutar de uma vida saudável e produtiva nos anos extras que a medicina tem proporcionado.

De modo geral, este investimento envolve quatro etapas:

- Educação em saúde (aquisição e análise crítica das informações concernentes ao corpo humano, à alimentação, ao meio-ambiente e a qualquer outro aspecto relacionado a uma vida mais saudável);

- Diagnóstico dos problemas atuais (detecção de quaisquer falhas, ainda que iniciais, no funcionamento do corpo humano);

- Tratamento (correção das falhas detectadas);

- Prevenção (mudança do estilo de vida, baseando-se no conhecimento adquirido, tanto a respeito da saúde em geral quanto do seu próprio corpo, com intuito de minimizar a ocorrência de futuras falhas, ou minimizar o seu impacto).

Embora existam estratégias específicas para cada uma destas etapas, existe também uma valiosa ferramenta que participa de todas elas: o check-up periódico. Neste tipo de consulta, diferentemente da consulta clássica, a motivação não vem de uma queixa específica, mas sim do interesse em verificar se existe a possibilidade de alguma doença que ainda não tenha se manifestado.

O médico conversa com o seu cliente sobre as suas condições de vida, pesquisa sinais e sintomas dos diversos sistemas do corpo, realiza um exame físico completo e solicita exames complementares para pesquisar as doenças mais comuns.

As informações resultantes, aliadas ao contexto epidemiológico, podem prever alguns eventos importantes antes de acontecerem, tais como infarto do miocárdio, AVC, câncer e outras complicações que podem reduzir a qualidade e/ou duração da vida.


Perguntas Frequentes

Quais as desculpas utilizadas para não realizar check-ups?

- “Ah, sou muito jovem e saudável...não preciso disso! ”

- “Não faço porque tenho medo de achar algo errado comigo! ”

- “Agora estou sem tempo...nas próximas férias vou ao médico! ”

- “O dinheiro está curto...quando a situação melhorar, vou fazer uns exames! ”

Quais as vantagens do check-up?

- Oportunidade de aprender mais sobre o próprio corpo

- Motivação para melhorar a saúde e qualidade de vida

- Prevenção das doenças é mais eficaz do que o seu tratamento

- Diminuição de custos com saúde

O que se faz em uma consulta de check-up?

De modo geral, o exame clínico (entrevista, exame físico e exames laboratoriais) avalia parâmetros (tais como pressão arterial, glicemia, colesterol, índice de massa corpórea, cintura abdominal) que se relacionam com o desenvolvimento de doenças crônicas e suas complicações (hipertensão arterial, diabete melito, acidente vascular cerebral, infarto agudo do miocárdio, entre outras). Além disso, são realizados rastreamentos para as doenças malignas mais frequentes (câncer de mama, de colo de útero, de próstata).

Com que frequência o check-up deve ser realizado?

Para pessoas saudáveis e sem antecedentes familiares de doenças crônicas/malignas, recomenda-se uma consulta por ano. Já nos casos em que haja antecedentes de doenças, o número sugerido de consultas varia de 2 a 4 por ano, a depender da gravidade do antecedente em questão.

Não é melhor esperar aparecer um sintoma antes de procurar o médico?

Definitivamente não. As principais causas de morte e de piora de qualidade de vida (doenças cardiovasculares e neoplasias) são silenciosas em suas fases iniciais. Os sintomas costumam aparecer apenas quando a doença já está em fase avançada, algumas vezes já sem tratamento curativo ou de controle.


Dr. Adriano Brandão

CRM 17.468/PR

Adriano Brandão, Medico Generalista Londrina, Clinico Geral Londrina, Check-up, chek-ups, Editora Sucesso, Revista Sucesso, Revista Bem-estar
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. Os benefícios da fisioterapia para pacientes...
  2. Cuidados dermatológicos para pacientes com...
  3. Novembro Azul: 8 mitos e verdades sobre o câncer...
  4. Aplicativo chega para revolucionar a farmacinha...
  5. Brasil tem a maior taxa de ansiedade do mundo