Revista Sucesso

Atualizado em

Estilo de vida

Dia dos namorados: apimente o cardápio com alimentos afrodisíacos

Dos mais populares aos mais exóticos, veja o que pode tornar o momento a dois ainda mais romântico

Da redação

Presentes, flores, chocolate e um jantar especial, geralmente esses itens figuram o topo da lista quando se pensa em quebrar a rotina em um relacionamento ou surpreender e agradar o parceiro. Mas, no meio desse processo, algumas dúvidas podem surgir, e, a mais comum é: afinal, o que servir para apimentar o clima? Existem alguns alimentos naturais que são capazes de estimular a libido e esquentar a relação. Eles são facilmente encontrados no comercio e suas propriedades são consideradas afrodisíacas. A palavra significa “aquilo que excita ou restabelece os desejos sexuais” e acredita-se que sua origem vem da mitologia grega, inspirada em Afrodite, a deusa do amor, que nomeou as iguarias mais poderosas, quando se trata de intensificar o clima entre os casais.

Atualmente o potencial desses alimentos já é cientificamente comprovado, através de seus componentes nutricionais que demonstram sua ação e efeitos sobre o corpo humano. Devido a isso, muitas pessoas procuram esses ingredientes para incluir na dieta e ter uma vida sexual mais ativa e saudável, principalmente em datas especiais, como o dia dos namorados, que merece uma comemoração digna de ser lembrada. Além disso, esse parece o momento propício para fugir da rotina e vivenciar novas experiências ao lado da pessoa amada, portanto, nada melhor do que programar um jantar romântico com um toque afrodisíaco, que além de agregar mais sabor aos seus pratos, ainda pode garantir uma comemoração intensa para os dois!

O segredo dos nutrientes

Os alimentos afrodisíacos, em geral, aceleram a circulação, isso faz com que a percepção das sensações seja mais apurada e intensa, melhora o fluxo sanguíneo nos órgãos genitais e estimula diretamente a produção de alguns hormônios, especialmente a testosterona, o que potencializa a libido e também a disposição física e mental. Além disso, muitos possuem efeito termogênico, que aumenta a temperatura do corpo e faz com que o metabolismo acelere e trabalhe constantemente para normalizar a temperatura interna, isso garante que a pessoa fique mais ativa e alerta.

Outra característica em comum entre alguns deles é o poder energético de suas propriedades, que afasta a fadiga e aumenta a disposição e, consequentemente, o desempenho físico. O melhor de tudo é que esses alimentos são mais acessíveis do que a maioria das pessoas imagina e, se incluídos numa dieta regular, juntamente com hábitos de vida saudáveis, podem ter seus efeitos maximizados, melhorando a saúde sexual de forma natural e evitando complicações futuras. A lista de ingredientes com propriedades estimulantes não é pequena, mas há aqueles que se destacam por proporcionar um efeito mais intenso, confira a seguir as melhores opções para esquentar o clima:

Pimenta

A pimenta é rica em piperina e capsaicina, substâncias termogênicas e vasodilatadoras. Após a ingestão, o corpo interpreta a pimenta como uma fonte perigosa de calor, pois ela ativa neurotransmissores presentes na língua que o cérebro não interpreta como sabor e sim como temperatura, por isso sentimos uma sensação intensa de calor, assim como no caso do gengibre, que provoca uma reação similar a essa no organismo. Esse processo de termogênese da pimenta é extremamente rápido, e deixa o corpo ativo, acelerado e em estado de alerta, aumentando os batimentos cardíacos e acelerando o metabolismo, por isso tem efeito estimulante para a atividade sexual.

Amendoim

O amendoim já é famoso por seu efeito afrodisíaco e figura entre os alimentos mais populares desse tema. Ele isto contribui para o aumento da libido ajudando a aumentar o fluxo sanguíneo para os órgãos genitais. A argilina presente em sua composição, é um aminoácido que estimula o óxido nítrico, e é o grande responsável promover maior circulação sanguínea tanto no homem quanto na mulher. É importante lembrar que se trata de um alimento muito calórico e, se consumido em excesso, pode gerar o ganho de peso, portanto, uma colher de sopa por dia já é o bastante para aproveitar os benefícios de seus nutrientes.

Chocolate

Além de saboroso, esse alimento é um dos mais procurados em ocasiões românticas, especialmente no dia dos namorados. O chocolate possui uma substância chamada alcalóide teobromina, que provoca uma excitação parecida com a da cafeína. Além disso, por causa da presença do aminoácido fenilalanina em sua composição, a guloseima auxilia na liberação de endorfinas que confere uma sensação de força e vigor.

Frutas

Saudáveis e naturais, algumas frutas também tem propriedades estimulantes. O mamão, por exemplo, contém compostos estrogênicos, que auxiliam o aumento da libido feminina, já a banana possui nutrientes necessários para a produção de hormônios sexuais. A framboesa, por sua vez, facilita o relaxamento dos músculos da zona genital, especialmente das mulheres. A romã facilita a ereção, pois seus antioxidantes promovem o aumento da circulação sanguínea nos órgãos genitais do homem. Há ainda outras frutas como avelãs, figo e abacate que estimulam a produção de testosterona e aumentam o impulso sexual.

Maçã peruana

Apesar de ser um alimento relativamente novo, devido a sua descoberta recente no ocidente em relação aos demais afrodisíacos, esse tubérculo já figura entre os mais potentes estimulantes sexuais. A especialista afirma que ele possui uma grande variedade de nutrientes, e, estudos comprovam que a ingestão do alimento aumenta o desejo sexual e a produção de sêmen, além de reduzir os níveis de ansiedade e estresse do indivíduo.
A versão moída da maca peruana é uma das formas mais comum no comércio e pode ser adicionada na salada de frutas, ou usada para incrementar sucos e vitaminas. A outra versão, mais prática para o dia a dia, é na forma de capsulas, facilmente encontrada em lojas de produtos naturais. Contudo, a profissional alerta que o uso de qualquer substância manipulada para este fim, mesmo que de fontes naturais, deve ser orientada por um profissional de saúde.

Catuaba

As cascas da planta Trichilia catiguá, conhecida popularmente como catuaba, possuem efeitos poderosos relacionados à atividade sexual masculina. Elas provocam a vasodilatação da artéria peniana, causando um maior fluxo sanguíneo capaz de prolongar o tempo de ereção. Além disso, a catuaba age nos neurônios, atuando como um antidepressivo e estimulante físico.

Maná-cubiu

Conhecido também como cubiu, ou pelo nome cientifico Solanum Sessiliflorum, esse fruto típico da Amazônia, embora não seja muito popular no resto do país, é fundamental para a síntese de hormônios sexuais, além disso, é fonte de vitaminas do complexo B, que melhoram a circulação sanguínea e levam mais nutrientes para o corpo. É comum encontrar esse nutriente na composição de alguns suplementos naturais, inclusive em forma de capsulas, que além de trazer praticidade, ainda são uma alternativa para quem não aprecia o sabor de ingredientes como a pimenta ou possuem restrições a alimentos como o amendoim devido a alergias e intolerância.

Mais dicas:

Sintomas persistentes devem ser observados:

Uma dieta rica nesses nutrientes é capaz de potencializar tanto a saúde quanto o desempenho sexual do casal, e o melhor de tudo é que não há nenhum efeito colateral, mas, a especialista lembra ainda que diversos fatores podem desencadear uma diminuição da libido, entre eles os mais comuns são o estresse, disfunções hormonais, medicamentos contínuos para hipertensão, calmantes, anticoncepcionais, antidepressivos e a presença de doenças como diabetes e depressão. Para tratar esses casos e também os quadros de ejaculação precoce ou disfunção erétil é necessário consultar um especialista que possa identificar a raiz do problema e prescrever a melhor forma de tratamento.

Outras dicas valiosas para o jantar a dois

Alguns alimentos podem sabotar o clima romântico e, até mesmo, estragar o momento íntimo dos apaixonados. Para evitar que isso aconteça a nutricionista recomenda alguns detalhes simples, mas capazes de garantir que nenhum inconveniente desse tipo possa atrapalhar a comemoração do casal, confira a seguir:

Fuja de certos ingredientes: Alimentos como brócolis, repolho, couve-flor e até alguns grãos e legumes, como feijões, lentilha e ervilha podem gerar gases e incômodos intestinais, por isso não são uma boa opção para uma noite romântica.

Aposte em pratos mais leves: Evite preparações gordurosas que podem causar a sensação de enjoo ou inchaço. As carnes vermelhas também não são uma boa pedida, justamente porque possuem muita gordura em sua composição, além disso, elas demandam mais energia do organismo na digestão e podem provocar um cansaço indesejável nesse momento. O ideal é escolher carnes brancas ou peixes e frutos do mar, saladas e legumes para acompanhar.

Tempere com moderação: Essenciais para realçar o sabor dos pratos, os temperos são fundamentais e não podem ficar de fora, no entanto, vale lembrar que eles devem usados na medida certa para não modificarem completamente gosto da refeição, especialmente a cebola e o alho que, por serem ricos em enxofre, ainda deixam o hálito com um odor desagradável.

Cuidado com o excesso de álcool:  Além de harmonizar a bebida certa com o prato escolhido, também é importante observar a quantidade consumida, afinal, o álcool em excesso pode atrapalhar o desempenho físico do casal. Uma boa alternativa é se hidratar bem, intercalando água entre uma taça e outra de bebida.

Fonte: Redação Sucesso com  Assessoria de Imprensa

Dia dos namorados
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. 37º Curso de Marcenaria para Mulheres
  2. 17ª Edição da Feira Madá em Londrina
  3. Instalação sonora interativa é exposta no Sesi...
  4. Evento gratuito em Londrina vai tratar de...
  5. Além do nosso campo de visão