Revista Sucesso

Atualizado em 08/01/2019

Qualidade de vida

Cuidados com seu pet no verão!

A médica veterinária Thais Medeiros fala sobre os principais cuidados que tutores devem ter com seus pets no verão 

Da redação

Sol e calor intenso marcam o início do verão, estação que requer cuidados redobrados com os pets. Assim como os humanos, cães e gatos também sentem o desconforto do calor. Por isso, intensificar a hidratação, manter os ambientes frescos e tosar os pelos dos animais são algumas atitudes que podem contribuir para o bem-estar de seu pet, evitando problemas, como hipertermia, insolação, desidratação, queimaduras e até mesmo pulgas e carrapatos.

Os cães controlam a temperatura a partir da boca e sua transpiração ocorre por meio da língua e dos coxins, a parte macia das patas que, nos humanos, equivale à palma dos pés e das mãos. Já os gatos são mais resistentes ao calor porque também transpiram por outras glândulas, mas apresentam maior propensão a doenças renais, por isso a hidratação é um ponto importante a ser observado, comenta a médica veterinária Thais Medeiros, doutora em Ciência Animal pela Universidade Estadual de Londrina e responsável pela Clinovet Dumont, em Londrina.

A atenção maior deve ser dada às raças braquicefálicas (de focinho curto e crânio compacto), como os Shih Tzu, Bulldog, Pug, Boxer, e Lhasa Apso e, no caso dos gatos, os Persas. “As diferenças anatômicas dessas raças dificultam a passagem do ar, o que os tornam pré-dispostos a ter problemas respiratórios”, explica a Dra. Thais.

A médica veterinária lembra também que os animais mais peludos como Akita Inu e Lulus da Pomerânia, por exemplo, tendem a sofrer mais com o aumento de temperatura e que casos de hipertermia – aumento excessivo da temperatura corporal – são frequentes nesta época do ano. Para evitar situações extremas, que podem levar a óbito, os locais onde os animais comem, brincam e dormem devem estar sempre arejados e limpos para evitar mal-estar e as parasitoses; pulgas e carrapatos, que são mais frequentes na estação.

De acordo com a Dra. Thais algumas precauções simples podem ser boas alternativas nos dias quentes, como espalhar vasilhas pela casa e colocar pedras de gelo no recipiente para ajudar a manter a água fresca. Na alimentação, os tutores podem umedecer a ração e devem estar sempre atentos ao armazenamento dos patês.

Para os cães, o ideal é que os passeios sejam realizados antes das 10h ou depois das 16h, quando o sol está menos intenso. “É necessário também observar os sinais que seu pet emite. Se ele demonstrar muito cansaço, procure uma sombra e deixe-o descansar por alguns minutos. Leve sempre uma garrafa de água para o passeio”, recomenda Dra. Thais. “Convém atentar-se também para os passeios de carro. Mantenha o ar-condicionado ligado ou os vidros abertos para circular o ar e jamais deixe o animal sozinho dentro do veículo”.

Banho e tosa

Novidade na Clinovet, o banho e a tosa são imprescindíveis durante todo o verão! Para o serviço, Dra. Thais comenta que no banho devem ser usados produtos próprios para a pele do pet e fazer a secagem devidamente, a fim de evitar dermatites. Já a tosa deve ser feita de acordo com a pelagem da raça.

Outra recomendação é o filtro solar, um produto específico para pets, que deve ser recomendado por um especialista. “Este procedimento é indicado, principalmente, para cães e gatos de cor clara, que sofrem mais com a incidência dos raios solares e deve ser aplicado em regiões sem pelos, como focinho e orelhas”, finaliza a médica veterinária.


Dra. Thais Medeiros 

Médica Veterinária CRMV-PR 11039
Clinovet Dumont 24 horas
clinovet.recepcao@hotmail.com
Av. Santos Dumont, 417
(43) 3025-7474

Editora Sucesso, Sucesso Londrina, Revista Sucesso, Revista Bem-estar, Londrina, Pet, Animais, Veterinária, Cuidados, Verão, Thais Medeiros, Thais Medeiros Londrina, Clinovet, Clinovet Londrina
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. Os benefícios da fisioterapia para pacientes...
  2. Cuidados dermatológicos para pacientes com...
  3. Novembro Azul: 8 mitos e verdades sobre o câncer...
  4. Aplicativo chega para revolucionar a farmacinha...
  5. Brasil tem a maior taxa de ansiedade do mundo