Revista Sucesso

Atualizado em 30/11/2016

Saúde

Como escolher o cirurgião plástico?

Primeiro passo, segundo Éder M. Carvalho, é verificar se ele tem o título de especialista

Da redação

O Brasil ocupa o segundo lugar no ranking de cirurgias plásticas no mundo, ficando atrás apenas dos EUA. Segundo dados do Isasp (Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica e Estética, na sigla em inglês), no ano passado, o país realizou 1,22 milhão de procedimentos. Sendo um procedimento cirúrgico como qualquer outro, a cirurgia plástica deve ter indicação adequada e ser feita por profissionais qualificados, segundo recomendação da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Portanto, entre as inúmeras questões a se considerar antes de decidir-se, a primeira delas é, sem dúvida, como escolher um bom cirurgião plástico.

Segundo o cirurgião plástico Éder Miguel de Carvalho, o primeiro passo, antes mesmo de marcar a consulta, é verificar se o profissional é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Isso confere maior segurança ao procedimento e evita que ocorram erros. “Os médicos que compõem a SBCP têm em seu currículo uma formação de pelo menos 11 anos, que somam os anos da faculdade de medicina (seis anos), da residência em cirurgia-geral (dois anos) e da residência em cirurgia plástica (três anos).” O alto grau de desenvolvimento científico da SBCP e a formação qualificada do cirurgião refletem diretamente em satisfação do paciente, na opinião do médico. “Dessa forma, são facilitados os processos de orientação no pré-operatório e acompanhamento no pós. Outro ponto é atentar-se para a qualificação da equipe cirúrgica, que deve contar com anestesistas e auxiliares bem preparados.” Segundo o profissional, outro fator essencial é que haja empatia entre paciente e cirurgião, uma vez que este acompanhará aquele por um período de seis a 12 meses. “Deve-se escolher um cirurgião comprometido e atencioso.”

Para obter informações sobre o profissional que você escolheu e verificar se ele tem o título de especialista, você pode consultar a SBCP através do site www.cirugiaplastica.org.br, ou ainda por telefone, e-mail e mídias sociais. Em caso de dúvida, vale também entrar em contato com o Conselho Regional de Medicina. “Escolha um cirurgião plástico que lhe transmita segurança desde o aconselhamento prévio, que esclareça todas as suas dúvidas, explique o procedimento, discuta os possíveis resultados e torne claros os riscos envolvidos”, aconselha o especialista Éder Miguel.

 Éder Miguel de Carvalho (CRM/PR 13818), cirurgião plástico e membro titular da SBCP

cirurgia plástica, como escolher cirurgião, SBCP, qualificação
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. Cuidados com a saúde não devem ser...
  2. Como os mais velhos podem blindar suas emoções...
  3. Cardiopatia congênita afeta 29 mil crianças/ano...
  4. Dores crônicas têm impacto direto na saúde e...
  5. Dores nos ombros: o que pode ser?