Revista Sucesso

Atualizado em 05/10/2017

Tratamentos

CLaCS: o futuro do tratamento de varizes

Como importante aliada no combate às varizes, a técnica CLaCS é mais rápida, moderna, e totalmente segura

Da redação

Varizes é um problema que atinge 45% das mulheres e 30% dos homens no Brasil e, quando não tratado, pode provocar dor, inchaço, sensação de peso nas pernas, queimação no fim do dia, manchas e até feridas. Se considerarmos os vasinhos (varicoses), pode chegar a 70% das mulheres. Com a proximidade do verão, é tempo de olhar para suas pernas e aproveitar para tratá-las e livrar-se desse incômodo. O combate às varizes ganhou uma nova aliada, a técnica CLaCS (Cryolaser e Cryo escleroterapia), que combina laser, escleroterapia e jatos de ar gelado na pele. Esta junção do laser com a escleroterapia, aplicação de injeções com o uso de glicose, é vantajosa porque ao inserir esta substância em um vaso tratado a laser há poucos instantes, o medicamento tem seu efeito potencializado dentro do vaso. Isso acontece porque o laser reduz o calibre da veia, tornando o fluxo mais lento e favorecendo a ação prolongada da glicose no local. Na prática, o paciente não necessita de inúmeras sessões para conseguir secar os vasinhos. “Menos tempo de tratamento, resultado melhor e com efeito mais prolongado do que os tratamentos oferecidos até então. Sem contar que a técnica é totalmente segura e sem contraindicação”, garante o angiologista e cirurgião vascular Ronaldo Daudt.


 O equipamento emite raios de luz que penetram no corpo do paciente e agem somente no sangue (dentro das varizes). “Portanto, consegue fechar as varizes, passando pela pele sem danificá-la”, ressalta. A glicose então é aplicada em todas as veias dos pontos tratados a laser, principalmente em locais onde ela ainda está aberta. “Para diminuir o desconforto da dor”, explica o especialista, “durante toda a sessão do CLaCS, utiliza-se equipamento que sopra ar gelado, com temperaturas de até – 20º C, sobre a pele. A dormência da pele provocada pelo frio diminui a dor e não traz efeitos colaterais”.

O laser não é invasivo e ainda traz a vantagem de poder tratar as veias tanto nas pernas como na face, em qualquer tipo de pele. O tempo de duração de cada sessão é proporcional à quantidade de vasinhos. Geralmente demora entre 40 e 60 minutos no início do tratamento e diminui gradativamente. Outro fator importante é a utilização da realidade aumentada. Este aparelho localiza a veia para então o laser ser disparado; ele funciona como um GPS, mostrando veias escondidas (chamadas nutridoras). “A olho nu não é possível tratar estas veias, e esta é uma das principais causas de falha nos tratamentos convencionais”, analisa o médico.

Os resultados são acompanhados de forma clara e objetiva. Desde o início do tratamento é realizada uma ampla documentação fotográfica para que médico e paciente possam acompanhar a evolução. Esta modalidade é indicada para vasinhos e também varizes menores, que antes eram tratadas somente através de cirurgia. “Segundo a literatura, 80% das cirurgias de varizes podem ser evitadas com este método”, comemora o médico

O paciente sai do consultório apenas com pequenos adesivos nos pontos onde foi injetada a glicose. Os cuidados posteriores são orientados pelos médicos, mas não há restrição além de evitar atividade física no dia da sessão. O tratamento pode ser realizado durante o verão. “Devido à mínima ação do laser sobre a pele, o sol não é contraindicado” , afirma o Dr Ronaldo.

A técnica CLaCS foi criada por um brasileiro, o Prof.Dr Kasuo Miyake, e vem ganhando força nos últimos anos com a aceitação do meio médico em praticamente todos os continentes. “Todo método de ponta passa por um período de teste na medicina e o CLaCS já ultrapassou esta fase. Apesar de ainda ser utilizado por poucos profissionais, veio para revolucionar o tratamento de doença venosa que existia até então”, conclui.

Ronaldo Daudt - CRM  29985
Angiologia e Cirurgia Vascular

Ronaldo Daudt, Varizes, Tratamento varizes, varizes londrina, clacs, dr. ronaldo daudt, cirurgia vascular londrina, editora sucesso, revista sucesso, revista bem-estar
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. Cursos de estética com prática e certificação
  2. Tratamento mega redutor de gordura localizada e...
  3. Mamografia no Brasil: o pior cenário dos...
  4. Entenda como o ômega 3 pode ajudar quem tem...
  5. Varizes são um problema de saúde: conheça os...