Revista Sucesso

Atualizado em 01/12/2016

Estilo de vida

A dança e a arte de viver bem

Dançar é uma atividade física e um estilo de vida que promovem a convivência e trazem inúmeros benefícios para os praticantes

Da redação

Mais do que uma opção de atividade física, a dança hoje é um estilo de vida, um modo de viver que reúne pessoas de diferentes idades e integra vivências, ritmos e experiências em um ambiente livre da pressa do dia a dia. Quem já fez parte desse universo sabe a força socializadora que a dança tem, uma força transformadora que traz aos alunos a sensação de movimento e de pertencimento, o que faz do ato de dançar uma arte: a arte de viver bem. Imerso neste ambiente enriquecedor, o dançarino, professor e coreógrafo Augusto Bogo explica que a dança é uma arte democrática que traz inúmeros benefícios físicos, cognitivos e afetivos. Para Augusto, a dança é uma forma de expressão corporal e também de interação com o outro. “Muitas pessoas chegam até a escola com o objetivo de transpor barreiras pessoais como a timidez. O primeiro contato com escola e com outros alunos é quase sempre tímido, mas no decorrer das aulas o novo aluno começa a se descobrir através da convivência com os outros, ganha confiança e aprende a reconhecer seu progresso, tanto na dança como no convívio social, que é muito intenso na escola.”

Augusto Bogo dedica-se à dança de salão desde 1998 e há quase dez anos está à frente da Escola de Dança, que leva seu próprio nome. Nesses quase dez anos conheceu pessoas, histórias e pôde ver como a dança influencia, modifica e transforma a vida daqueles que se envolvem com ela.

Uma dessas histórias é a da bióloga Elaine Messas Cotarelli, que há quase sete anos faz aulas de dança e afirma que hoje não consegue mais imaginar sua vida longe desse ambiente e dessa convivência intensa com pessoas que tanto lhe fazem bem. Elaine sempre gostou de dançar, quando jovem quis ser bailarina, mas a vida a conduziu por outros caminhos e o encontro com a dança veio mais tarde, quando iniciou as aulas de dança de salão, o que para ela foi uma grande realização pessoal. “A dança me trouxe o contato com pessoas novas e amizades que se tornaram fundamentais na minha vida. A escola é um ambiente acolhedor onde todos se conhecem e se tratam com muito carinho e respeito. Hoje vir para a escola é parte da minha rotina e quase nunca falto às aulas ou eventos porque todo dia aprendemos algo novo aqui! Tenho o maior orgulho de fazer parte dessa turma que se reúne dentro e fora da escola.”
Além das aulas e bailes práticos realizados na escola, os grupos de alunos têm o hábito de sair pra dançar, uma proximidade que fortalece laços afetivos, tão importante nos dias atuais.