Revista Sucesso

Atualizado em 18/09/2017

Editorial

A complexa tarefa de educar

Confira os destaques edição 162!

Da redação

Na mesma rapidez com que surgem novas formas de comunicação, crescem as preocupações de pais, cuidadores e educadores. Crianças e adolescentes estão expostos a informações diversas, disponibilizadas nesse mundo digital absurdamente fantástico, que promete poderes e desperta desejos até então desconhecidos, e tudo muito instantaneamente. A psicóloga Dorotéia Murcia Souza alerta pais e educadores para que olhem para os adolescentes, suspeitem quando estes estão isolados em seus quartos ou hipnotizados com seus smartphones.  Numa sociedade confusa como a nossa, sem parâmetros definidos para os auxiliarem no processo de desenvolvimento, muitas vezes eles gritam por socorro e nem sempre são ouvidos.

Segundo Valéria S. Ferreira, psicóloga especializada em EMDR, muitos jovens, vítimas de bullying, impactados por comportamentos agressivos, físicos ou psicológicos no seu cotidiano, têm o sono alterado, perda de apetite e as interações sociais, a autoestima e a atenção modificadas, levando à depressão.

Crianças e adolescentes podem precisar de ajuda, e precisarão muitas vezes. A psicanálise é uma opção que  pode ajudar o adolescente a se questionar sobre a necessidade de sua exposição, a priorizar suas atividades, a entender a importância do convívio com os pais e amigos. Isabella Silva Borghesi Dal Molin diz que a terapia traz reflexos positivos nas relações pessoais, questões que estão relacionadas ao processo de amadurecimento e da construção da própria personalidade.

Mas, como tudo começa no começo, antes inclusive da idade escolar, educadores lembram pais e cuidadores sobre a importância dos conhecimentos e habilidades anteriores à escolarização. Também destacam que as experiências vividas na Educação Infantil nutrem as crianças de iniciativa e curiosidade. Com certeza, a melhor condução para uma educação para a vida, exatamente como ela for se apresentando, passa pela interação família e escola. Só assim, crianças e adolescentes conseguirão formular um sentido para o mundo que os rodeia.

Boa leitura!

Maria Aparecida Miranda
Diretora da Revista Sucesso e Revista Bem-estar
maparecida.sucesso@gmail.com

Edição 162, Revista Sucesso, Revista Bem-estar
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. Multidisciplinaridade, o olhar holístico que...
  2. Crescimento e problemas
  3. Profissão de estética está em alta
  4. Ler é mais do que importante, é imprescindível
  5. Moramos na cidade