Revista Sucesso

Atualizado em 14/05/2018

Saúde

A alimentação no exercício físico e na qualidade de vida

A verdade é que para manter a saúde e o corpo ideal não basta apenas a prática de exercícios físicos, mas também bons hábitos alimentares.

Da redação

A prática de exercícios físicos vem sendo grande aliada na melhoria da qualidade de vida, prevenção de doenças, além da busca por uma boa forma física. A verdade é que para manter a saúde e o corpo ideal não basta apenas a prática de exercícios físicos, mas também bons hábitos alimentares.

A alimentação adequada fornece ao corpo a energia necessária para as nossas atividades diárias e para suprir as necessidades energéticas do exercício físico. O ganho de massa magra e a eliminação de gordura corporal são resultados dessa alimentação saudável.

É muito comum as pessoas se preocuparem com o que vão ingerir antes e após o exercício físico e esquecerem das demais refeições do dia. Porém, para ter uma boa qualidade de vida e alcançar resultados, precisamos pensar em manter o equilíbrio entre as fontes de energia em todas as refeições. Os carboidratos, proteínas e lipídeos (gorduras) precisam estar presentes na nossa alimentação em quantidade adequada ao longo do dia.  Não esquecendo do aporte de vitaminas, minerais e água.

Os carboidratos, encontrados em cereais, pães, frutas, massas, batata e mandioca, fornecem energia e disposição durante o exercício e dão volume aos músculos, sendo então, importantes para o aumento de massa muscular. Além disso eles participam ativamente na recuperação do corpo após os exercícios, momento importante para a fixação dos benefícios provenientes das atividades.

As proteínas, presentes nas carnes, aves, peixes, ovos, queijos e feijões, são importantes para a recuperação e construção muscular, por isso é recomendado ingerir alimentos proteicos após o exercício. Os lipídeos (azeite, manteiga, castanhas, queijos amarelos, abacate, semente, leite integral), têm funções essenciais no organismo e metabolismo, além de colaborar com o fornecimento de energia e recuperação.

As vitaminas e os minerais são importantíssimos, pois possuem função de organizar nosso metabolismo e ajudam na queima de gordura, formação de energia, manutenção da saúde óssea e alguns são antioxidantes. Esses nutrientes estão presentes nas verduras, legumes, frutas e sementes.

Além da alimentação, a hidratação também é um ponto-chave quando se fala em exercício. Para um bom rendimento não podemos nos esquecer de ingerir água antes, durante e após o exercício. O consumo de líquidos ao longo do dia fará com que seu organismo tenha um impulso para funcionar com mais intensidade e qualidade.

Dessa forma, a prática de exercício físico aliada a uma alimentação saudável, ambas realizadas sob orientação, são medidas capazes de prevenir doenças e melhorar a qualidade de vida. Se você pretende modificar seus hábitos alimentares, procure sempre um acompanhamento nutricional para obter orientações de como realizar essas mudanças de maneira correta e adequada.


Letícia Viani Mamprim, 
nutricionista - CRN 3084


Alimentação correta, exercício físico, qualidade de vida, nutricionista, Letícia Viani Mamprim, Londrina
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. Zumbido em adolescentes pode ser sintoma de perda...
  2. Dia Mundial da Diabetes: Aumento dos casos entre...
  3. Câncer não é único inimigo da próstata:...
  4. Uso indiscriminado de colírios pode desencadear...
  5. Câncer de próstata é o mais incidente entre os...